Escolha uma Página

Quanto cobrar por um site?

Oh dilema! Para quem está iniciando esta é uma pergunta que pertuba o sono. Como o objetivo principal desse blog é compartilhar experiências, vou então compartilhar com vocês o método que usei e uso e vamos discutir outros metódos utilizados. Espero que  a idéia sirva para você!

Não é fácil mensurar o custo de um projeto e chegar à um preço final justo, mas, com o passar do tempo, depois de cabeçadas, isso vai se tornando algo automático, pois você vai conhecendo melhor as suas possibilidades de produção, custos e principalmente agregando valor com a seu reconhecimento no mercado.

Mas vamos para prática

Projetos exclusivos e personalizados

Obviamente estes são mais difíceis, pois será algo inédito e exclusivo. Como montar o preço?

Se você se propôs à desenvolver o trabalho é porque você sabe fazer! O primeiro passo é montar um pelo menos um esboço ou projeto, quanto mais detalhado for, mais precisamente você conseguirá calcular o valor final.

Vamos usar o exemplo prático e fácil:

Empresa: Titics Arte Comunicação Visual
Ramo de atividade: Comunicação visual
Projeto: Site institucional com gereciador de artigos e portfolio

1. Páginas estáticas
A empresa, Serviços, Clientes, Contato

2. Páginas dinâmicas
Home, artigos, portfolio

3. Tabelas no banco de dados
Artigos (5 colunas)
Portfolio (8 colunas)

4. Hospedagem e Registro
Configuração da hospedagem e banco de dados
Assessoria na pesquisa do domínio
Registro de domínio

5. Criação do layout e definição do projeto

6. Negociação e atendimento ao cliente no desenvolvimento do projeto
É claro que se você mostrar isso para o cliente, ele não ficará muito feliz por você está cobrando até as horas em que negociam, mas entenda que para efeitos de cálculo isso é necessário, pois você só tem (dependendo da situação) 8 horas por dia de trabalho, e enquanto está negociando técnicamente não está produzindo, então para que não ocorra prejuízos é necessário
calcular aproximadamente até esse tempo.

Após montado o esboço, calculamos agora qual o tempo médio aproximado que será gasto para cada item.

Item 1. 4 x 2hs = 8 Horas
Item 2. 3 x 4hs = 12 Horas
Item 3.  2hs = 2 Horas
Item 4.  8hs = 8 Horas
Item 5.  12hs = 12 Horas
Item 6.  12hs = 12 Horas


Total de horas prevista -> 54 horas

Muito bem Jackson, mas a intenção do post não era mostrar quanto calcular o PREÇO do projeto? Sim caro leitor, agora com base no tempo podemos saber quanto cobrar usando como parâmetro o salário de um desenvolvedor ou simplesmente quanto pretende ganhar ou salário que acha justo.

Para efeitos didádicos vamos considerar um salário mensal de R$ 3.000,00.

Dividimos R$ 3.000 / 176 hs (8 horas de trabalho em 22 dias no mês) = R$ 17,04

O valor da sua preciosa hora de trabalho é R$ 17,04

O Preço do projeto ficará então R$ 920,16

Considerações finais

É claro que isso não é regra, é apenas um método que pode ser utilizado e que [pelo menos para mim] funcionou.

Com o passar do tempo você conseguirá montar uma tabela de preço pré-definida para os casos básicos e rotineiros, isso facilitará no momento de fazer um orçamento e trará mais “igualdade” entre os orçamentos, evitando que se cobre mais do que merecido para um cliente ou outro.

Os valores sugeridos são apenas para efeitos didáticos e levando em consideração a atividade de Free-lancer, claro que se houver uma empresa com despesas fixas, impostos e etc, esse valores serão outra realidade.

Fica aí minha sugestão e gostaria de saber a opinião de vocês, como montam seus preços?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...